Blog de ComunidadeThe Sims 4The Sims 4 Vida no Ensino Médio

The Sims 4 Cria Fronteira para a Neurodiversidade

The Sims 4 Vida no Ensino Médio cria novas fronteiras para a neurodiversidade.

A Equipe The Sims publicou um Blog de Comunidade para falar um pouco sobre a neurodiversidade no The Sims 4, que está ligada diretamente a alguns traços de personalidades do jogo, como o “Socialmente Desconrotável”, que veio com o The Sims 4 Vida no Ensino Médio. Confira!

The Sims 4 Cria Fronteira para a Neurodiversidade

Lembra da época desajeitada do Ensino Médio, em que não sabíamos o que dizer ou fazer? Pois este constrangimento muitas vezes segue também para a vida adulta. E aqui na EA, isto é super normal. Neste novo pacote de Expansão Vida no Ensino Médio, a EA decidiu fazer uma abordagem diferente à acessibilidade. Há um atributo inédito neste novo pacote de expansão: o Socialmente Desconfortável. Nós nos reunimos com a Anna Machata, estagiária da EA, que recentemente voltou para a empresa como designer de jogos da Maxis, para discutirmos a respeito deste novo traço.

Conte um pouco mais sobre você e a sua experiência como estagiária da EA.

Anna: Eu sou graduanda em Ciência da Computação. Escolhi esta especialização porque queria fazer parte de uma área que me permitisse fazer a diferença. Na Ciência da Computação, eu vivo cercada de criatividade. Mas trabalhar com o Design de Jogo do The Sims também me ajudou a proporcionar uma experiência mais inclusiva, pela qual sou apaixonada.

O que a galera que joga pode esperar exatamente deste atributo que envolve ansiedade social?

Anna: Podem esperar novos desafios de jogo e relacionamentos mais fortes com os Sims com os quais interagirem. Sims que tiverem este traço sentirão ansiedade na maioria das situações sociais e poderão agir de acordo. Quanto escolherem interagir com mais Sims ou estar em um ambiente social, ganharão recompensas enormes.

Quais os benefícios de escolher um Sim Socialmente Desconfortável no jogo?

Anna: No ano passado, a equipe do The Sims adicionou os Sentimentos ao mundos dos Sims. Os Sentimentos são emoções que os Sims sentem por outros. Eles são acompanhados no jogo e influenciam os relacionamentos. Ao jogar com um Sim Socialmente Desconfortável, todas as interações sociais terão mais chance de fracassar. Consequentemente, um Sim ganha mais sentimentos positivos e modificadores quando escolhem responder a um evento social único. Além disso, o Sim se torna mais confiante e garante um relacionamento mais diferenciado, profundo e permanente com outros Sims que não possuem este traço.

Pode me dizer mais o que inspirou você a criar esta característica?

Anna: Sempre foi uma paixão minha romper alguns estigmas sobre saúde mental e conscientizar a respeito da neurodiversidade. Eu jogo The Sims desde que era criança, porque nele eu tinha espaço para explorar minha identidade. Era um local seguro. Agora que estou mais velha, preciso enxergar a mim e a outras pessoas refletidas de outras maneiras. Como uma pessoa neurodivergente, acredito que, assim como na realidade, um Sim deve ter uma vida autêntica. Criar Sims desta forma pareceu ser mais um passo em direção à criação de um ambiente mais inclusivo e realista para as pessoas que jogam.



Qual foi sua parte favorita do processo?

Anna: O processo criativo foi o meu preferido.  Eu adorava me concentrar nos aspectos positivos da ansiedade social e dei um jeito de que os atributos e as recompensas que eu estava implantando refletissem isso. Uma das minhas características preferidas é o atributo Farinha do Mesmo Saco. Quando dois Sims socialmente desconfortáveis fazem amizade, criam uma parceria eterna. Eu estava ansiosa para ver a galera que joga descobrindo as peculiaridades de traços como este.

Como foi o processo, do início ao fim? Quais considerações você fez? Que tipo de pesquisa você realizou?

Anna: Bom, também há outros dois traços presentes neste pacote: Grande Festeiro e Além das Expectativas. Ambos são relacionados à escola. Não havia um traço social de verdade. E, como sabemos, este é um pacote de expansão escolar, então pensei: “Por que não explorar isto e demonstrar a neurodiversidade?” Todo mundo já se sentiu socialmente desconfortável em algum momento e, devido à pandemia, a ansiedade social e geral tem apresentado níveis altíssimos entre os adolescentes. Eu li uma reportagem que afirmava que cerca de 22% dos adolescentes entre 16 e 17 anos sentiam alguma forma de ansiedade social. E queria que esta experiência fosse representada também entre os Sims. Utilizei muito da minha própria experiência e experiências externas, além do trabalho conduzido com grupos de saúde mental internos na empresa para realizar pesquisas. Criar este Sim foi difícil porque, realisticamente, a ansiedade é provocada por múltiplos exemplos que não poderiam ser replicados no jogo. Uma complicação que eu tive foi escolher como exibir esta ansiedade como emoção. Eu não queria que esta ideia causasse medo a quem jogasse, mas que fosse inteligível. Tentei adicionar situações capazes de deixar as pessoas ansiosas, como na cantina, passando o tempo com o grupo de amizades, ou situações sociais únicas no trabalho ou na escola em que seria necessário realizar escolhas.

O que você espera que o pessoal absorva desta característica?

Anna: Espero muito que os Simmers consigam criar e se identificar mais por meio dos Sims. Acho que este traço vai ajudar qualquer pessoa a representar seus traços e ansiedades no espaço seguro do jogo. Acho que isto será ótimo com o reforço positivo que ocorre quando um Sim interage com outro. Também permitirá que as pessoas sem descapacidades simpatizem e compreendam quem possui descapacidades e, quem sabe, gerará conversas profundas e mudanças.

Fonte
EA Sims

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo