ArtigosThe Sims 4

The Sims 4: A Realidade de Receber Algo Tão Básico 7 Anos Depois

Após quase 7 anos de lançamento do The Sims 4, ainda continuamos a receber conteúdos muito básicos que deveriam ter vindo no lançamento.

Quando foi anunciado oficialmente que o The Sims 4 estaria recebendo um recurso de gostos e aversões no Criar um Sim, o qual permitiria aos jogadores definirem coisas como: cores, estilos musicais e atividades favoritas para seus Sims, a comunidade logicamente ficou bastante feliz e recebeu muito bem a notícia, e isso, é claro, não poderia ser diferente.

Sempre quando um novo recurso é incorporado ao jogo básico, sem a necessidade de instalação de pacotes adicionais, isso representa uma vitória para a comunidade, e também para o The Sims 4. Significa, em um contexto geral, que de fato o jogo está se aprimorando e ampliando suas funcionalidades. O problema é quando tais funcionalidades demoram muito para chegar, principalmente quando existem mods que adicionam as mesmas coisas ao jogo há um tempo considerável.

The Sims 4: A Realidade de Receber Algo Tão Básico 7 Anos Depois

O sistema de gostos e aversões que fora adicionado ao The Sims 4 chegou “na hora certa” quando consideramos apenas o pacote “The Sims 4 Decorações dos Sonhos”, que essencialmente exige que os Sims tenham preferências explícitas para que a nova carreira de arquiteteto/decorador funcione adequadamente, mas quando pensamos nas possibilidades e oporturnidade perdidas para o uso do recurso em pacotes anteriores, temos uma grande dimensão do quanto foi disperdiçada as chances de criar mais dinâmicas de gameplay envolventes, o que seria um “plus”.



É engraçado chegarmos neste ponto de vida do The Sims 4 e dedicarmos uma publicação para falar sobre a problemática de um recurso interessante que poderia ter chegado há muito tempo. Não há escapatória, não temos para onde fugir, afinal, estamos falando de um recurso que poderia ter sido mais bem aproveitado que outros que chegaram muito antes.

O The Sims 3, lançado em 2009, ainda consegue ser uma sombra que paira sobre o The Sims 4. No jogo básico, lançado há quase 12 anos atrás, já era possível definir preferências para os Sims.



A grande diferença entre os dois jogos até aqui, é que o sistema de preferências do The Sims 3 foi muito mal utilizado, sendo algo apenas simbólico durante todo o jogo, não servindo para praticamente nenhuma dinâmica de gameplay. Enquanto o The Sims 4 traz o sistema de preferências com a premissa de ser mais envolvente, e se misturar à jogabilidade, influenciando o dia-a-dia dos Sims com novas interações e reações.

The Sims 4: A Realidade de Receber Algo Tão Básico 7 Anos Depois

Como mencionamos anterioremente, receber novos recursos no jogo básico é sempre uma vitória para a comunidade, e quanto mais novidadades chegarem, melhor. O problema é que o timing para adicionar certas coisas acontecem com uma certa frequência no momento errado, e isso é muito triste. Quem é que acredita que exista um motivo realmente plausível para que o NPC de ladrão não tenha sido adicionado até o momento no jogo, em meio há pedidos que se estendem por anos?

Se o timing de adição de novas coisas fosse sempre tão bom como a adição dos bebês ao jogo, que aconteceu dois anos após o lançamento do The Sims 4, o jogo com certeza estaria sendo muito melhor aproveitado pela comunidade. Não há dúvidas.

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo