ArtigosThe Sims 4

A Derrocada do The Sims 4: O Jogo Está Cansativo

Após 6 anos desde o seu lançamento, o The Sims 4 demonstra sinais de cansaço através de uma experiência maçante, e que tem provocado como nunca a paciência dos jogadores.

Como todos já estão cansados de saber, o The Sims 4 completou 6 anos desde o seu lançamento, em 2014. De lá para cá, o jogo recebeu 156 atualizações, 17 Coleções de Objetos, 9 Pacotes de Jogo e 9 Pacotes de Expansão. Mas será que, mesmo após tantos lançamentos, o The Sims 4 envelheceu bem, e está bem?

Você, e muitas outras pessoas até podem dizer que o jogo já nasceu morto, ou já morreu há muito tempo, porém, a verdade é que ele continua por aqui, e já fazem 6 anos. Muitos, ao longo do tempo, acreditavam piamente que o The Sims 4 seria um fracasso comercial, e por um certo período ele até foi, mas conseguiu dar a volta por cima e recuperar sua audiência perdida, principalmente após o lançamento da expansão Gatos & Cães e a disponibilização do jogo base de forma totalmente gratuita. A virada comercial era certa, e veio engatada a um enorme número de novos jogadores, fazendo com que o jogo batesse recorde de usuários ativos conectados a internet.

O The Sims 4 realmente foi, e é uma grande peculiaridade pós The Sims 3. Projetado originalmente para ser uma experiência multiplayer online, sofreu com um desenvolvimento conturbado, repleto de desencontros, e acompanhado da complicada decisão de torna-lo single-player a menos de dois anos de seu lançamento, obrigando os desenvolvedores a refazerem boa parte do jogo em cima da hora, o grande motivo pelo qual o The Sims 4 saiu com tantos recursos essenciais ausentes. Talvez… se o desenvolvimento tivesse corrido bem, sem mudanças drásticas repentinas, assim como foi com The Sims 2 e The Sims 3, tudo poderia ter sido diferente.

Como mencionado no primeiro paragrafo, o The Sims 4 recebeu ao longo desses 6 anos um total de 156 atualizações gratuitas. Tais atualizações tiveram, e tem como principal objetivo, não somente corrigir bugs e garantir a estabilidade do jogo, como também adicionar novos recursos, e aprimorar aqueles já existentes. Se você pegar o jogo base, de 2014, e comparar com o jogo base de 2020, você consegue facilmente perceber as diferenças gritantes entre um e outro, pois de fato, o The Sims 4 melhorou drasticamente, apesar dos pesares. Quase tudo o que era considerado essencial, e existente em outras versões, chegaram ao jogo, e recursos completamente novos também foram incorporados.

Ainda falando de atualizações, muitos dizem que os produtores da Maxis não dão ouvidos à comunidade e não adicionam ao The Sims 4 o que é constantemente solicitado, mas sejamos honestos, isso não é verdade. É possível fazer uma lista tão extensa de grandes e pequenas coisas que chegaram via atualizações gratuitas, e que eram demandadas pelos jogadores, que até parece uma hipocrisia ridícula afirmar que eles não escutam o que queremos, porém, o que queremos hoje, nem sempre é o que vamos querer amanhã. O grande problema das atualizações gratuitas é que embora sejam excelentes, elas quase sempre chegam no momento errado, fazendo com que os jogadores constantemente tenham aquela sentimento de “isso deveria ter chegado há muito tempo”. Tenha como exemplo o caso recente envolvendo as polêmicas sobre os tons de pele para pessoas pretas, levaram apenas 6 anos para que eles tomassem a decisão de adicionar mais de 100 novas variações de cores, acompanhadas de barras de modificação (conhecidas como sliders), e a decisão da adição aconteceu de forma repentina, após uma petição online alcançar mais de 80.000 assinaturas, e uma série de influenciadores (em grande parte, brancos) se pronunciarem em vídeos no YouTube.

Poucos dias após a grande polêmica envolvendo os tons de pele, houve o anúncio do The Sims 4 Star Wars, que caiu como uma bomba na comunidade, que além de rejeitar o pacote, aproveitou o momento para cobrar explicações dos produtores sobre o motivo de terem criado tal DLC, e exigirem o que realmente todos querem há anos, como carros, recém nascidos melhorados, fazendas etc. A reação negativa nas redes sociais atingiu em cheio os produtores, que se viram na obrigação de darem uma resposta frente a uma onda de protestos nunca antes vista.

Se você me perguntar o motivo pelo qual a comunidade tem reagido tão fortemente (e negativamente) a cada decisão tomada pela Maxis apenas agora, e não antes, tendo em vista que o jogo já esteve em situação muito mais crítica que o momento atual em termos de conteúdo, a única coisa que eu poderia lhe dizer é: esperança. Nos anos iniciais do The Sims 4, havia uma certa esperança (inclusive minha), de que o jogo receberia grande parte de suas melhorias em tempo hábil, mas isso infelizmente não aconteceu, e muitas coisas necessárias e cruciais demoraram mais do que deveriam para darem as caras no jogo, fazendo com que a paciência das pessoas fossem se deteriorando pouco a pouco.

Agora, um outro ponto crítico que vem atingindo em cheio o The Sims 4 é a sua longevidade. Por mais mais que a imagem do jogo tente se modernizar, por mais que novos conteúdos sejam lançados, e por melhores que eventualmente possam ser, o jogo continua envelhecendo, e está parecendo cada vez mais como um jogo velho, com jogabilidade velha, e dinâmica engessada. Não importa a quantidade de novos conteúdos, o The Sims 4 também está se deteriorando simplesmente pelo seu tempo de vida. Ele não foi preparado e pensado para durar tanto, mas ele está durando, e tem sentido os sinais da idade.

Eu, particularmente falando, mal tenho jogado The Sims 4. Mal experimentei os últimos lançamentos. E o motivo maior por trás disso não são os conteúdos ou a sua qualidade, até porque eu gostei muito da expansão Vida Sustentável e as novas atualizações de construção. O motivo que me faz quase não jogar o The Sims 4 é que, basicamente, a experiência que o jogo me proporciona já me cansou, assim como deve ter cansado muitas outras pessoas. E se você ainda não está se sentindo cansado, mesmo após 6 anos, eu fico muito feliz e digo mais: aproveite muito, se divirta muita, e se envolva ainda mais com a comunidade, você fará grandes amigos e terá momentos incríveis e inesquecíveis.

Quanto ao meu cansaço, é só pela geração atual, eu ainda amo estar a frente de uma comunidade, de informar às pessoas, e de acompanhar a evolução da franquia, mesmo que neste momento eu não esteja mais tão interessado em brincar de simulação.

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

6 Comentários

  1. Eu já acho ao contrário! Um jogo que vai recebendo novas atualizações e DLCs fica interessante! A Maxis tem que ficar atenta é com o tipo de novidade que lança. Mas vc ter aquele mesmo jogo sempre atualizado, é mais econômico. Porque quando é lançado um novo título de The Sims, nós,jogadores , queremos acompanhar a sucessão e isso gera novo gasto, para com novo jogo, expansões, coleções e por aí vai. Por exemplo, deixamos o The Sims 3, para adquirir o TS4, comprando tudo de novo… Enfim, se manter no título atual, com cada vez mais melhorias, dá menos trabalho, afinal todos tem o mesmo propósito: simulação de vida. 😉

  2. Eu tô muito enjoado de jogar o The Sims 4 eu quero logo o 5 eu já até voltei pro 3 e tô amando

    1. Do jeito que as coisas estão o The Sims 5 só pode acabar de dois jeitos. O primeiro, o jogo pode ser muito bom e a Maxis pode dar pra gente tudo o que tivemos de melhor nas gerações passadas, incluindo o 4. Ou segunda, o jogo pode ser muito ruim pelo simples fato de termos nos sujeitado a aceitar o The Sims 4 do jeito que ele veio. Tipo: “Vocês tiveram algo semelhante assim no passado e jogaram, vai que dá certo de novo?”

  3. nossa eu também já cansei… e olha que me esforço, entro no jogo mas nao consegue me prender mais que meia hr e já desisto! que pena! tem muita coisa pra melhorar pra tornar mais interessante mesmo! Jogo desde o primeiro The Sims, sempre fui apaixonada mas não ta dando mais não

  4. Muito interessante mencionar no texto, o fato que o jogo sofreu muitas alterações antes de lançar. O que foi diferente do 2 e do 3 que entregaram recursos e dinâmica de simulação muito interessantes. O que fez muita diferença no ano que lançou, que não tinha nem piscina (Só quem viveu sabe, gabi). Gerando sua primeira polêmica no lançamento (fora outras coisas essenciais que tinha no 2 e no 3, não tem ate hoje no 4!) inclusive indignando pessoas que nem eram fãs da série hahaha. Uma pena que a EA tenha tanta influência dentro da companhia, já ficando famosa por destruir seus jogos mais rentáveis, como Apex que fez relativamente sucesso e foi decaindo. Por culpa da própria EA.

    Para nossa alegria, Paralives está vindo como concorrente direto da franquia. Quem acompanha o desenvolvimento, o jogo já vai vir com bastante conteúdo que The sims 4 em 6 anos de funcionamento, não possui. Talvez sentindo no bolso a EA deve aprender a ouvir sua própria comunidade. Eu só to sobrevivendo com o jogo, por causa dos mods e mesmo assim, voltei pro 3 e pro 2 haha

  5. ” por mais que novos conteúdos sejam lançados, e por melhores que eventualmente possam ser, o jogo continua envelhecendo, e está parecendo cada vez mais como um jogo velho, com jogabilidade velha, e dinâmica engessada”. Falou tudo. Eu amo The Sims, mas os trailers dos jogos parecem ser bem mais divertidos do que quando a gente joga. Um jogo que precisa de tantos mods para ficar divertido não tem muita lógica, mas mesmo assim jogo kkkkkkkkkkkkkk. Um detalhe: o que os fãs mais querem é justamente os ladrões e os carros, se eles realmente escutam os pedidos, porque raios até agora não colocaram algo que pedimos há tantos anos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!