EAMaxisThe Sims 4

The Sims 4 Kits é a Cara de Pau Caça-Níquel da EA

Custando 29,00 reais, o novo tipo de DLC "Kit" do The Sims 4 mostra que estamos mais do que nunca diante do perigo.

Se vocês achavam que as coisas não poderiam piorar, acredite, elas podem. No dia de ontem, foi lançado oficialmente no Origin os “The Sims 4 Kits”, que é uma nova categoria de DLCs para o The Sims 4.

The Sims 4 Kits é a Cara de Pau Caça-Níquel da EA

Esse novo tipo de pacote, descoberto há alguns dias atrás após um vazamento, preocupou a comunidade The Sims desde o princípio, pois não foi preciso pensar muito para compreender as verdadeiras intenções da EA por trás disso, afinal, quando se trata da Electronic Arts, ganhar dinheiro é algo que sempre virá em primeiro lugar, independente de qualquer coisa.

Com a chegada das primeiras informações sobre os The Sims 4 Kits, a situação toda ficou ainda pior quando revelado a quantidade de itens que viriam e cada um dos três pacotes iniciais, que é extremamente pequena. Isso foi decisivo para que o público (principalmente o brasileiro), rejeitasse fortemente a ideia do novo tipo de DLC, que claramente foi criado para sugar ainda mais dinheiro de uma comunidade já fragilizada e insatisfeita, algo consternador, principalmente quando nos lembramos que estamos vivendo em meio a uma pandemia.

Quantidade de itens que chegaram com cada The Sims 4 Kit



Quando todos os principais detalhes sobre os The Sims 4 Kits já estavam sobre a mesa, ainda faltava uma coisa, o preço, então muitas pessoas passaram a se questionar o quanto os novos pacotinhos custariam, havendo até quem pensasse na possibilidade de serem gratuitos (sonhar é bom, embora não faça muito sentido pois se fossem para ser de graça, sequer seriam em formato de pacotes). Com um leilão anunciado, os jogadores começaram a fazer suas apostas, sugerindo preços entre R$5,00 – R$9,90 – R$15,00 -R$20,00, todos erraram. O que ninguém esperava, ou melhor… esperavam, era que o preço oficial dos Kits no Brasil fossem R$29,00.

Se você quiser um kit com cerca de 15 objetos para cozinha com a temática campestre, você terá que pagar R$29,00. Se você quiser um conjunto de roupas coloridas inspiradas na década de 80, você terá que pagar R$29,00, se você quiser um sistema de acúmulo de poeira na casa dos Sims, dois modelos de aspiradores de pó, você terá que pagar R$29,00. Dá até um nó na garganta na hora, principalmente quando lembramos que em 2006, as Coleções de Objetos do The Sims 2 custavam esse mesmo preço, e adicionavam muitas coisas.

Só para vocês terem ideia, R$29,00 é ainda mais caro que o preço antigo das Coleções de Objetos do The Sims 4, que até o final de 2017 custavam míseros R$19,00, até que em janeiro de 2018 passaram a custar R$39,90. Isso tudo apenas mostra o quão decadente a regulação de preços da EA no Brasil chegou, que apesar de justificar a alta alegando a desvalorização do real perante o dólar (sim, nossa moeda está extremamente desvalorizada), segue em direção contrária de muitas outras empresas que publicam seus jogos em nosso país, que apesar de também se verem forçadas a, de fato, aumentarem significativamente o preço de seus produtos por aqui, não estouraram a boca do balão e entenderam que, se quiserem ter presença no mercado regional, será preciso se adequar minimamente ainda que isso lhe gere menos receita.



A verdade é que a EA não sabe ganhar menos, e quer sempre mais, e isso não é novidade alguma, para ninguém. R$5,00 dólares nos Estados Unidos (preço dos The Sims 4 Kits por lá), não é nada para os americanos, e ainda assim não é nenhum pouco difícil ver muitos jogadores de lá reclamando desses novos pacotinhos, pois não adianta nada um “precinho camarada” quando você entende as reais intenções por trás de toda a brincadeira.

Para quê vamos pagar R$29,00 em um pacote que adiciona 5/10 objetos, se podemos baixar de graça na internet (e legalmente), milhares de conjuntos e itens de altíssima qualidade feito com todo o carinho por pessoas extremamente talentosas da comunidade? Honestamente, isso não faz o menor sentido.

O caminho que iremos percorrer daqui em diante com os The Sims 4 Kits é perigoso, principalmente levando em consideração que o SimGuruFrost, Gerente de Comunidade do The Sims, já afirmou que eles serão lançados com uma frequência maior que outros pacotes, o que é uma pena. O interessante mesmo seria que as pessoas não comprassem a ideia dos kits e o projeto não fosse pra frente, para que no final todos pensássemos que tudo não passou de um delírio coletivo, mas conhecendo a comunidade como conheço, e sabendo a quantidade de pessoas que irão comprar, posso dizer que os Kits chegaram para ficar.

Tempos sombrios nos aguardam, inclusive para o The Sims 5.

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

8 Comentários

  1. É triste ver a decadência desse jogo, é horrível, decepcionante, desanimador pensar que a decadência veio para um jogo que já foi fantástico, falo do the sims 1, 2 e 3 pq o 4 já começou saindo da lama 3 esperava que ele se tornasse melhor, mas só vejo o oposto. espero que Paralives chegue logo, pq não sei se aguento mais o The Sims 4, nem sei se vou estar animado pro 5 nesse caminho.

    1. Somos dois. O preço de cada dlc e pacotes de jogo,é um absurdo. E comprar eles no console onde jogo atualmente é algo quase impossível.

  2. Se depender de mim, não comprarei…terei os móveis que quiser pelos CPS da comunidade. EA mercenária, que venha o paralives para derrubar essa empresa e mostrar como se faz um bom jogo sem explorar. Até hoje nada de interessante, vc tem o hospital mas não pode usar qns fica doente, compra um remédio e toma. Totalmente sem graça. Jogo mais para construir, pois a jogabilidade é enjoativa.

  3. Que artículo tão ridículo! Sabe o motivo de estar tão caro? Por causa do preço do dólar, meus queridos. O Kit vale 4,99 dólares, parece tão caro realmente? Acho que deveria ser um post criticando o presidente pelo preço do dólar hahahahah

    1. Isso não é desculpa! Inúmeras outras empresas continuam praticando preços minimamente justos pelos seus jogos apesar da desvalorização do real. Além disso, este valor não condiz com o conteúdo do pacote (que equivale NO MÁXIMO a 1/3 de um Stuff Pack) e também não dialoga com o período de crise que estamos passando, sem considerar ainda a questão do salário mínimo. Essa postura da EA Games não é novidade. Desde 2017 a empresa aumenta os preços abusivamente, a ponto de um conteúdo adicional chegar a custar R$160 (sendo que na maioria das vezes nem vale metade desse valor). É impressionante ver gente ainda tentando defender o indefensável, ainda mais se tratando de um jogo raso e cheio de problemas que nem o TS4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo